capa.jpg

Capítulo Desapego | Prosas em Trocas

Por Bárbara Boury

Vermelho como cor ou como inspiração de amor, vermelho forte ou suave, vermelho como origem de outros tons na força raiz de um povo, na cultura da palavra viva; vermelho feito livro, pelas mãos e pelo coração do poeta.

 

Cícero Nepomuceno tem tudo isso em si, e nos presenteia com suas cores, nuances, musicalidade, sensações e percepções numa linguagem cheia de tonalidades e mistérios, que nos convida a um mergulho neste lago vermelho de infinitas possibilidades, dentro de um livro de rara beleza e pura poesia.

                                                                                       por Lêona Cavalli

Poeta 

Cícero Nepomuceno

Ilustrador

Danilo Yamamoto

O céu pintou o lago de vermelho

Editora Kazuá - 2019

  • Instagram Poeta